quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Estrategias - As tabelas

Hoje farei um post exclusivamente sobre estrategia, direcionado mais àqueles que já estão quase no finalmente. Não adianta nada você manjar tudo do blueprint tecnicamente se não tem uma estrategia para atacar a prova. E volto a dizer que estrategia é uma questão MUITO pessoal, que cada um deve desenvolver a sua. O importante é ter uma. Por favor, não considere o que vou escrever aqui como uma receita de bolo a ser seguida! Pode pegar como base, mas crie a sua própria receita...

Bom, mas que raios é ter uma estrategia?

Ter uma estrategia é desenvolver um método seu para fazer a prova. Qualquer prova. Não importa como vai ser o exame, e nem o que vai cair. Você tem que seguir uma ordem para fazê-lo, tipo um script. E essa ordem definitivamente não será questão por questão, 1 por 1. Desse jeito não vai dar tempo de fazer tudo.

Um método bastante difundido na Internet é o Device-Based Approach, que realmente acredito que seja o mais rápido. Mas eu particularmente não consegui fazer desse jeito... até tentei algumas vezes nos labs da IP Expert, mas num tem como. Para dar um nó na cabeça é facinho facinho. De qualquer forma, vale a pena ver como é essa estrategia, porque de repente você pode se sentir a vontade com ela.

Bom, a estrategia que usei foi quase um Device-Based approach, uma variação que eu desenvolvi. Seguindo o conselho do Vik Malhi, tentei bolar algumas tabelas para transpor o máximo de informações para um papel, e usar o caderno de questão o menos possível. A ideia é evitar ficar indo e voltando no caderno de questões atrás de informações. Fato é que independente da sua prova, algumas coisas você SEMPRE vai ter que configurar, como Media Resources, H.323/MGCP/SIP, DHCP, NTP, SRST, CUE, etc. O que vai mudar é como a prova vai te pedir para configurar. Os gateways podem ser H.323/MGCP/SIP, o DHCP pode ser na IOS ou no CUCM, o NTP pode apontar para um site, ou para o router da PSTN, enfim... mas qualquer prova sempre vai te dar essas informações para você configurar. Então, ao invés de ficar lendo o enunciado várias vezes, jogue tudo em tabelas de fácil visualização. Tente mapear o máximo que conseguir da prova...

O que eu fazia era, antes de iniciar o exame, pegar o caderno de questões e perder exatos 30 minutos lendo e transpondo os dados. Eu conseguia transpor praticamente tudo nessa primeira leitura, exceto Call Routing, SRST, QoS, UCCX e Presence (e algumas coisinhas mais de features de CUCM e tal). As configurações dos gateways, telefones, Service Parameters, algumas coisas de messaging, eu mapeava tudo. As minhas tabelas ficavam mais ou menos assim:

1) A primeira tabela eu colocava as infos gerais da prova. Era o suficiente para configurar tipo 80% dos roteadores. Praticamente só ficava faltando call routing. Com essas infos eu já conseguia configurar as E1s e T1s, o H.323/ MGCP / SIP, os Media Resources, o NTP, DHCP, e até o setup inicial da CUE. Quando eu começava a de fato fazer a prova, abria um notepad (três, na verdade) e com base nessa tabela já configurava os 3 gateways. Em questão de 15 minutinhos no máximo, os 3 gateways já estavam prontos, e a CUE já estava dando o primeiro boot.


2) A segunda tabela eu colocava as informações dos telefones e ramais. Aí quando eu criava os phones, já tentava deixar o máximo de configuração possível pronta. A ideia era entrar na página de config do telefone 1 vez só. Claro, antes de configurar o telefone, configurava device pools, phone button templates, softkey templates, PTs/CSSs (quando necessário), etc.


3) E a terceira tabela eu colocava basicamente os Service Parameters e Enterprise Parameters, porque sabemos como essas telas demoram para carregar (principalmente Service Parameters). Então já alterava tudo que precisava de uma vez só. Eu também costumava colocar algumas infos de QoS (WAN), mas isso confesso que pensando bem agora, não me ajudava muito... e eu colocava algumas outras coisas também, que seriam mais peculiares de cada prova. Às vezes enquanto você lê o exame, percebe que já é bom deixar algumas coisas no radar, como por exemplo a criação de um Device Pool para o MoH quando tiver Multicast MoH, e tal... aí quando você tiver criando os DPs, já cria esse também.


E por fim, conforme ía lendo a prova, eu listava todas as questões com uma breve (BREVE) descrição e os pontos associados a ela, tipo:

1.1 VLAN (2)
1.2 DHCP (3)
1.3 NTP (3)
(...)

Isso era bem útil porque eu não fazia as questões na ordem (aqui entra um pouco do Device Based Approach). De repente configurando os gateways, eu já matava as questões 3.1, 4.5 e 5.2 por exemplo... aí eu ía lá e marcava um check. Só para saber o que já fiz e o que eu não fiz... e no final me ajudava também para somar os pontos que eu achava que tinha ganho.

Essas 3 tabelas e a lista me ocupavam 1 frente de uma folha de rascunho que te dão na prova (para as 3 tabelas), e metade de uma frente da outra folha. O restante eu usava basicamente para Call Routing, que aí é uma outra história que deixo para um post futuro. A dica que dou é fazer Call Routing separado, vai tomar uma água antes e tal, porque o negócio exige 300% do seu poder de concentração. Então na sua primeira leitura do exame, leia call routing assim beeem por cima, porque certamente você vai ter que voltar lá depois e ler tudo de novo. O mesmo com High Availability, embora algumas coisas você já consiga adiantar na primeira leitura...

E outra coisa que fazia era abrir um notepad e listar as VLANs e IPs. Isso eu fazia no próprio lab da IP Expert para não me acostumar tanto com os IPs da ProctorLabs, que são diferentes dos da prova real. Então eu montava um notepad assim:

Aí sempre que precisava de digitar algum IP, eu fazia Ctrl C desse notepad. Mais para não cair no vicio do IP do lab, e na prova real acabar pondo o IP errado por distração. Ou você simplesmente decora os IPs da prova real, que é facilmente encontrável na Internet! hehehe

2 comentários:

  1. Valeu Bruno, esta me ajudando muito nos estudos do CCIE VOICE, continue o belissimo trabalho no seu site. Parabéns.
    Rodrigo Marchina Soares CCIE R&S #24774

    ResponderExcluir